Transformação

História da indústria foi contada na exposição de estreia da Casa Firjan

em 20/12/2018

Transformação

Visitada por mais de 14 mil pessoas, a exposição "Transformação" marcou a estreia da Casa Firjan, apresentando a história da indústria e do empreendedorismo no Rio de Janeiro e no Brasil. Em meio a fotografias, painéis digitais, esculturas e atividades interativas, o público foi convidado a fazer um passeio pelo desenvolvimento da indústria e do mercado de trabalho brasileiro, incluindo a trajetória de seus principais empreendedores e a introdução de novas tecnologias, como Blockchain e inteligência artificial.

A exposição foi dividida em três mostras: “Conexões”, que trouxe uma homenagem aos profissionais de diversos setores da indústria; “Pioneiros”, sobre os primeiros grandes empreendedores do Brasil; e “Materialidade”, em que artistas premiados criaram obras originais inspiradas nas matérias-primas e processos industriais. A mostra “Pioneiros” e obras dos artistas Gustavo Prado e Túlio Pinto permanecem como legado.

Saiba mais sobre as mostras:

“Conexões” - A exposição começava pela mostra Conexões, instalada no Espaço Inovação, e se expandia até os jardins da casa. Foi dividida em três partes: “Identidades”, “Convergência” e “Horizontes”, que refletiam sobre o passado, o presente e o futuro da indústria e como ela se redefine para continuar transformando, inspirada em mudanças de comportamento e em novos modelos de trabalho.

“Identidades” mostrou o profissional de antes e de agora no centro da linha narrativa. Nesse ambiente estava expostos dezenas de retratos de profissionais em seus ambientes de trabalho. O espaço “Convergência”, dedicado ao presente e às ideias que estão transformando o mercado, contava com vídeos criados a partir do depoimento de 20 empreendedores representando cases contemporâneos que ilustram o processo de reposicionamento da indústria diante dos consumidores e do meio-ambiente. Entre os vídeos, representantes de marcas como Praya, Brownie do Luiz, Taschen, Osklen, Gafisa, Lev e Enel.

O futuro esteve representado no espaço “Horizontes”. Um túnel foi construído para mostrar os horizontes possíveis: as novas tecnologias e os novos modelos de negócios e de trabalho que irão afetar o modo como viveremos no futuro. Renda básica universal, criatividade, Blockchain e Big Data foram assuntos abordados. Neste espaço, o visitante teve acesso a um jogo interativo para simular as profissões do futuro. Entre elas, Juiz de Inteligência Artificial, Chefe de Alimentos Sintéticos, Minerador de Asteróides, Ressuscitador de espécies extintas, entre outros. Inteligência Artificial - Ainda no espaço “Horizontes”, destaque para IARA, a Inteligência Artificial da Casa Firjan, com interação por voz.

Mostra Pioneiros | Foto: Vinícius Magalhães


“Pioneiros” – A segunda parte da exposição “Transformação” retratou os pioneiros da indústria nacional e apresentou biografias, as áreas de atuação e o impacto do empreendedorismo de nomes como Barão de Mauá, Família Guinle, José Antônio Granado, Henrique Lage, Irineu Marinho, Guilherme da Silveira, Fred Figner, Percival Farquhar, Eduardo Pederneiras, Antônio Guedes Muniz e Família Gelli. Uma extensa pesquisa iconográfica foi realizada e o resultado foi apresentado junto com fotos de família e objetos. Esta parte da exposição, permanente, retrata também a história do Palacete que agora faz parte da Casa Firjan.

Materialidade

“Materialidade” A indústria transforma, a arte ressignifica. Na mostra “Materialidade”, sob a curadoria de Marcello Dantas, cinco artistas visuais, com vínculos com o Rio de Janeiro, usaram a linguagem da iconografia e da materialidade industrial em obras que representavam a transformação. Eles expuseram esculturas e fotografias nos jardins e na parte interna das casas geminadas. Fizeram parte da mostra os artistas Túlio Pinto, Gustavo Prado, Adrianna Eu, Raul Mourão e Cássio Vasconcellos. 

Assista ao vídeo e confira um pouco da exposição "Transformação":

Em destaque
Exposições e Mostras Educar para Transformar

Experimentação marca exposição em cartaz até março na Casa Firjan

em 02/01/2020

Exposições e Mostras Decupagem Iole de Freitas

Exposição de artista brasileira ocupa o 2º andar da Casa

em 08/11/2019

Exposições e Mostras Data Corpus – A vida decodificada

Exposição fez parte do segundo ciclo temático da Casa Firjan

em 20/10/2019