Mix de Mídia GMRJ: Representatividade, consumo e empreendedorismo nas comunidades brasileiras

Evento tratou do comportamento e os hábitos de consumo da classe C

em 20/10/2019

Existe um grande potencial de consumo nas comunidades brasileiras que, mesmo apesar da crise, segue em crescimento. Segundo Emília Rabello, fundadora do Outdoor Social, “anualmente, R$ 1 trilhão passa pela chamada nova classe média brasileira, sendo que 65% desse total são movimentados por 12 milhões de pessoas que residem nas periferias”. Com a presença de especialistas nesse segmento, o Aquário debateu o comportamento e os hábitos de consumo da classe C e como ele está alinhado ao pensamento econômico contemporâneo.

O Aquário foi realizado com colaboração do Grupo de Mídia Rio de Janeiro.

Participantes:

Emília Rabello | Outdoor Social
Publicitária, empreendedora desde 24 anos, Emília é apaixonada por negócios sociais. Desde criança foi tocada pela condição de desigualdade social do Brasil pelos pais. Com uma formação educacional muito diversificada (de escola pública a especialização em jornalismo na PUC-Rio) buscou sempre democratizar os caminhos da comunicação. Em 2012 criou o Outdoor Social, veículo de mídia exterior que gera renda para os moradores de periferia transformando muro de casas em plataforma de exibição de mídia. Com 6 anos de atuação, a Outdoor Social já beneficiou 30 mil famílias, entregou mais de 400 campanhas publicitárias e alcançou abrangência

Hilaine Yaccoub | PHD Antropologia do Consumo (UFF-RJ)
Doutora (PhD) em Antropologia do Consumo (UFF- RJ), Mestre em Antropologia do Consumo (UFF- RJ) e formada em ciências sociais (UFRJ). Morou por 8 meses em um bairro popular da região metropolitana do Rio de Janeiro para entender as lógicas do "gato" - furto e fraude - de energia elétrica na chamada nova classe média. Para a tese de doutorado vivenciou o cotidiano de uma favela carioca localizada na região portuária do Rio de Janeiro por 3 anos e meio, na favela Barreira do Vasco descobriu e investigou as "Economias de Compartilhamento" (sharing economies) e o consumo colaborativo em redes de assistência mútua. Atualmente atua como palestrante, pesquisadora e consultora promovendo a Antropologia sistêmica aplicada a organizações e empresas, onde amplia e compartilha entendimentos de todos os agentes acerca do meio em que vivem, das relações e dos produtos e serviços inseridos em diversos contextos. Seu propósito é promover a ligação entre o mercado consumidor, o meio acadêmico e as marcas através de um mergulho em diversos contextos, lógicas de pensamento e marketing do espírito humano.

Egnalda Côrtes | Côrtes Assessoria
Changemaker e considerada uma das 30 builders mais influentes do digital em 2016, segundo o Youpix, é uma das 15 mentoras de aceleração de negócios para canais da Google , aqui no Brasil, pela Consultoria Norte Americana Creator UP, fechou 2017 entrando na lista “Mulheres inspiradoras de 2017” , junto com Preta Rara, Taís Araújo, Cacique Menor, Viola Davis, e as escritoras Chimamanda e Conceição Evaristo, segundo a lista de uma das instituições feministas mais respeitadas no país, o Think Olga. Trilhou carreira corporativa por 20 anos e mergulhou no mundo digital a partir do sonho de seu filho de se tornar youtuber, o mesmo com 13 anos viralizou na Internet falando dos Heróis Negros Brasileiros, hoje com 17 anos faz parte do casting da Côrtes Assessoria, agência especializada em curadorias de conteúdo, construção de autoridade e Conexão de Marcas com criadores de conteúdo digital Negros, onde Egnalda é CEO.

Marcos Danilo Bravin | Empreendedor
Empreendedor, 48 anos, tem duas agências de viagens, uma na Rocinha e outra no Complexo da Maré, onde nasceu e foi criado. Aos 13 começou a trabalhar como ajudante de um vendedor de panelas porta a porta. Em um curto espaço de tempo ele mesmo já era o próprio vendedor e tinha um ajudante. Com faro aguçado para negócios, trabalhando de dia e estudando à noite empreendeu em diversos ramos, desde telefonia a serviços bancários, passando por marcenaria e transporte alternativo.

Álvaro Figueiredo | Gestor De Marketing Unigranrio, Curador e Artista Visual
Publicitário com foco em Atendimento a clientes. Trabalhou em importantes agências como DPZ, Young & Rubican, Ogilvy, Lew Lara e FCB, onde ficou por onze anos como Diretor de Atendimento. Hoje, é Gestor de Marketing na Universidade Unigranrio numa parceria exclusiva e inédita com a agência Debrito, de São Paulo. Além da publicidade atua nas artes visuais como curador e artista visual, tendo participado do Coletivo És uma Maluca.

Tópicos:
  • Aquário Casa Firjan
  • Mix de mídia
  • Comunicação
  • Marketing
  • Consumo
  • Empreendedorismo
  • Representatividade
  • Sociedade
  • Comunidades
Em destaque
Aquário Casa Firjan Como as marcas estão usando NFTs para engajar e gerar valor para seus clientes

Especialistas discutiram algumas das diversas possibilidades de aplicação dos tokens não fungíveis para reforçar o posicionamento das empresas

em 12/05/2022

Aquário Casa Firjan Fundamentos de UX: Conceitos e práticas para melhorar a experiência do usuário

Encontro debateu os desafios enfrentados pelos profissionais de UX no Brasil

em 28/04/2022

Aquário Casa Firjan ESG e o mercado de carbono: Como avançar na meta net zero

Evento discutiu a importância da descarbonização e as iniciativas que podem ajudar as pequenas, médias e grandes empresas no desafio de zerar a emissão de CO2

em 14/04/2022