O boom dos jogos digitais

Fique por dentro dos desafios e oportunidades no mercado brasileiro de games

em 11/02/2020

O Brasil possui o maior mercado de games da América Latina e movimentou, apenas em 2018, cerca de 5,6 bilhões de reais, segundo dados da consultoria Newzoo. Mais do que o mercado do cinema e da música juntos.

Com um mercado potencial de mais de 75 milhões de consumidores, os jogos digitais ajudam a movimentar a economia, geram empregos e, ainda por cima, muita diversão para seus usuários. Quais são as principais características desse mercado? Quais são os desafios e oportunidades para empreender e desenvolver games no país? Para além do entretenimento, como explorar soluções em jogos digitais para os desafios das empresas?

Assista ao Aquário na íntegra!

Participantes:

Pedro Zambon
Consultor de Inteligência de Mercado e Políticas Públicas da Associação Brasileira de Desenvolvedores de Jogos Eletrônicos - Abragames. 

Priscilla Vasconcelos de Morais
Analista de serviços tecnológicos no Instituto SENAI de Inovação em Sistemas Virtuais.

Kim Kaznowski
Produtor e responsável pela parte estratégica da Double Dash Studios, na gestão interna dos projetos e na área de programação.

Mediação:

Ian Rochlin

CEO da Gamer Trials, start-up carioca que criou uma plataforma para mediar e facilitar a relação entre game developers nacionais e jogadores dispostos a testar e avaliar novos jogos. 
 

Tópicos:
  • Aquário Casa Firjan
  • Gamificação
  • Indústria de games
  • Jogos digitais
Em destaque
Aquário Casa Firjan Cibersegurança em xeque: De vazamento de dados a ataques industriais, como as empresas devem agir?

Nos últimos 12 meses, 8,9 milhões de brasileiros sofreram fraudes, e a cada 5 segundos ocorre uma tentativa

em 17/06/2021

Aquário Casa Firjan Da ideia ao bilhão: Estratégias, conflitos e aprendizados das primeiras start-ups unicórnio do Brasil

Encontro discutiu como as startups conseguiram inovar e revolucionar modelos de negócios

em 09/06/2021

Aquário Casa Firjan Impressão 3D e as novas fronteiras de produção nas empresas

Segundo especialistas, a tecnologia de impressão 3D é mais sustentável, reduzindo o desperdício de materiais e o consumo de água e energia

em 02/06/2021