O futuro do potencial humano

Pela primeira vez no Brasil, neurocientista Vivienne Ming apresentou o resultado de seus estudos na Universidade da Califórnia

em 17/10/2019

Organizações em tempos exponenciais e adaptação à velocidade das mudanças foram temas de palestras para convidados na Casa Firjan, na quinta-feira (02/07). A neurocientista Vivienne Ming foi uma das atrações do evento: pela primeira vez no Brasil, ela apresentou o resultado de seus estudos na Universidade da Califórnia, sobre quais habilidades terão, de fato, papel importante na maximização do potencial individual e como desenvolver tais requisitos. Já Thiago Mattos, considerado um dos principais futuristas do Brasil e professor da Singularity University, apresentou como novos mindsets, modelos empresariais, consumidores e tecnologias estão impactando o mundo.

Para Vivienne, a habilidade do futuro não é saber codificar, como é disseminado, mas sim ser criativo para se adaptar às novas exigências. "A tecnologia não é o problema nem a solução, é apenas uma ferramenta. No final, problemas humanos precisam de soluções humanas, que podem contar com as novas tecnologias para auxiliarem", afirmou a neurocientista, que foi nomeada uma das 10 Mulheres a se observar na Tecnologia, pela revista Inc. Além de neurocientista, ela é empreendedora, autora de vários livros e cofundadora da Socos Lab, um think thank independente que explora o futuro do potencial humano.

Segundo ela, as escolas e universidades devem estimular que os jovens aprimorem suas habilidades socioemocionais. "A tecnologia está mudando mais rapidamente do que a cultura e muitos dos trabalhos disponíveis hoje em dia estão passando por um processo radical de desprofissionalização resultante da automação e da inteligência artificial", ressalta. 

Vivienne defende também que o desenvolvimento de tecnologias seja usado de modo diferente: como instrumento para melhorar a capacidade humana em vez de ferramentas para substituir colaboradores. Portanto, em seu tempo livre, a cientista inventou sistemas de IA para ajudar a tratar seu filho diabético, para  prever episódios psicóticos em pacientes bipolares com semanas de antecedência e para reunir refugiados órfãos com membros da família.

Tópicos:
  • Aquário Casa Firjan
  • Futuro
  • Futurismo
  • Humanidade
  • Soft skills
  • Competências do futuro
  • Competências socioemocionais
  • Vivienne Ming
  • Inteligência Artificial
Em destaque
Aquário Casa Firjan Diversidade e Inclusão fora do papel: Impactos na inovação, bem-estar e competitividade das empresas

Especialistas em D&I explicaram caminhos para colocar a diversidade em prática de forma efetiva dentro das empresas e seus benefícios

em 18/08/2022

Aquário Casa Firjan Blockchain, Web 3.0 e os novos rumos da indústria

Especialistas debateram como a nova onda da internet e tecnologias como blockchain estão transformando modelos de negócio

em 05/08/2022

Aquário Casa Firjan Realidade estendida e metaverso

Experiências das tecnologias de Realidade Virtual e Aumentada e como novas plataformas de metaverso poderão impulsionar a indústria foi tema de debate

em 21/07/2022