Novas possibilidades de negócio com a materialização dos NFTs

NFTs reforçam a importância de experiências exclusivas para criar engajamento e ampliam as possibilidades de posse e pertencimento por parte dos seus detentores

em 13/06/2022

Novas possibilidades de negócio com a materialização dos NFTs

Por Isabela Petrosillo e Iuri Campos*

Os tokens não-fungíveis, ou NFTs, como são conhecidos, têm ganhado tanto destaque desde o início de 2021, que foram eleitos pelo dicionário britânico Collins como a palavra do ano. E como as notícias recentes nos mostram, esse assunto segue crescendo. Mas o que são os NFTs e, mais do que isso, o que podemos entender sobre esse movimento para além do significado dos tokens em si? Por que empresas como Visa, Nike, Coca-Cola e McDonald‘s estão investindo nisso?

Os NFTs são como um certificado digital que garantem a propriedade única de um ativo, muitas vezes escasso, como uma obra de arte ou um item colecionável, por exemplo. Quando alguém adquire algo desse tipo, o proprietário recebe um registro da compra vinculado ao banco de dados de uma blockchain, o que confere segurança e rastreabilidade às transações. São comprados normalmente por meio de plataformas de venda (marketplaces), armazenados em carteiras digitais (wallets) e negociados com criptomoedas.

Apesar de já existirem antes de 2021, foi nos primeiros meses desse ano que os NFTs começaram a ganhar popularidade, a adesão de grandes marcas e impactar os mais diversos setores da indústria.

Veja mais
Blockchain e tokenização, com Mauricio Magaldi do Blockdrops
Como as marcas estão usando NFTs para engajar e gerar valor para seus clientes 
 

👗 NFT NA MODA
Tradicionalmente, a moda é um setor atento às tendências e por conta da velocidade que esse mercado exige, acaba sendo um dos primeiros a testar certas inovações. No caso dos NFTs, não é diferente. Dois casos brasileiros que valem ser destacados são os das marcas de moda masculina Aramis e Reserva. Essa primeira com uma versão híbrida de uma jaqueta – que combina o item físico e um NFT – que oferecia uma série de vantagens como cashback (reembolso) em dobro, frete grátis por um ano, descontos e acesso antecipado aos lançamentos da marca. Já a Reserva, criou NFTs a partir do símbolo da marca, um pica-pau estilizado. Valendo-se da lógica da escassez, os tokens mais “raros” oferecem vantagens como imersões na sede da empresa e mentorias com seu fundador.

🚗 NFT NO MERCADO AUTOMOBILÍSTICO
Colecionar itens raros é algo que fãs de carro entendem. Por isso, adaptando essa tendência para o setor automotivo, a Volkswagen Brasil lançou a plataforma Garagem Digital, que vai permitir que os consumidores colecionem cards de carros, peças e itens relacionados via NFTs. Para os detentores dos tokens mais exclusivos, os benefícios chegam a, por exemplo, uma visita guiada na fábrica ou mentorias com designers da empresa. Outro caso de uso de NFTs no setor automobilístico é para garantir a segurança nas práticas de revenda. A montadora italiana Alfa Romeo apresentou essa proposta com o Tonale NFT, que conecta cada veículo a um token, por onde são registrados e armazenados os detalhes de manutenção, facilitando o acesso a essas informações por parte dos compradores.

🏠 NFT NO MERCADO IMOBILIÁRIO
Os NFTs e sua capacidade de gerar agilidade e desburocratizar transações de bens estão trazendo mudanças significativas para a forma como compramos e vendemos imóveis. A startup Netspaces, uma plataforma brasileira para a criação, transação e gestão de propriedades já transformou 30 imóveis em NFTs e tem como meta, para esse ano, chegar a 500 propriedades tokenizadas. Além disso, essa tecnologia oferece a possibilidade de compras fracionadas, simplificando a posse compartilhada de um bem. Outro mercado valioso está se popularizando no metaverso, onde os usuários podem interagir e construir quase tudo o que quiserem. Para se ter uma ideia, um terreno virtual no mundo online Decentraland chegou a ser vendido por cerca de US$ 2,4 milhões. O motivo é estar localizado em uma área de amplo fluxo de usuários e oferecer a possibilidade de hospedar eventos digitais de moda e de venda de roupas virtuais.

⚽ NFT NOS ESPORTES
De acordo com relatório lançado neste ano pela consultoria de negócios PwC, os NFTs são uma das dez principais tendências da indústria esportiva. Na última edição do Superbowl, um dos eventos mais populares dos EUA, os tradicionais ingressos de papel, comumente colecionados por aficionados pelo futebol americano no mercado de memorabilia esportiva, foram substituídos por NFTs. Outra possibilidade de aplicação dos tokens no esporte é o modelo de patrocínio descentralizado. A corredora alemã de GT Laura-Marie Geissler, juntou-se a uma agência criativa e uma startup de NFTs para lançar uma equipe de automobilismo financiada por meio da venda de tokens, o que torna sua participação na temporada de corridas dependente do investimento dos fãs. Um ponto interessante é oferecer mais oportunidades para viabilização da participação das mulheres no automobilismo.

🎥 NFT NO AUDIOVISUAL
O cineasta Quentin Tarantino anunciou que venderá NFTs de cenas do icônico filme Pulp Fiction. Existe inclusive marketplace para isso, como a plataforma Kinobau, criada pelo brasileiro Marcos Seneor. Nela é possível ofertar cenas a preços fixos ou por leilão. Assim, depois, os compradores poderão renegociar os itens adquiridos com outros usuários a preços valorizados e os produtores receberão royalties de 9% a cada vez que seus NFTs forem transacionados. Já na música, a banda Kings of Leon foi pioneira ao lançar simultaneamente um álbum em serviços de streaming, bem como uma coleção composta por NFTs que incluíam versões únicas e exclusivas do álbum em vinil, obras de arte digitais e um passe vitalício para o show. Isso oferece novas possibilidades de monetização para os artistas além de maior poder sobre a propriedade intelectual.

🎭 NFT NOS EVENTOS
Ingressos em formato NFT são um dos destaques neste setor. Um dos principais benefícios dessa prática é a garantia de autenticidade, evitando a falsificação, além de possibilitar a rastreabilidade da revenda dos ingressos. Outro benefício é a possibilidade de criar experiências memoráveis e exclusivas, como o caso recente da turnê de encerramento de carreira do cantor Milton Nascimento. Os 400 NFTs disponíveis para venda, e que se esgotaram em pouco tempo, garantiam alguns benefícios, como uma entrada com acompanhante para o primeiro show, coquetel com convidados especiais e pôster autografado. Retornando à lógica de atrelar benefícios à posse de um NFT, o Coachella, um dos maiores festivais de música do mundo, lançou coleções que oferecem entradas vitalícias. Os detentores desses tokens também terão acesso VIP aos vários eventos virtuais que o Coachella está preparando, buscando experimentações dentro do metaverso.

🍎 NFT NA ALIMENTAÇÃO
Um exemplo emblemático de materialização dos NFTs nos espaços físicos está no uso do direito comercial de uma marca. Uma lanchonete de Los Angeles (EUA) chamada Bored & Hungry, detentora de um NFT Bored Ape, uma das coleções mais valorizadas do mundo, utilizou a imagem desse NFT em sua logomarca. Outro caso, também nos Estados Unidos, é do restaurante em Nova York, Flyfish Club, com planos de ser aberto em 2023 e que só poderá ser acessado por pessoas que tiverem um dos NFTs associados ao estabelecimento. A proposta é distinta do primeiro, que se associa a tokens já existentes no mercado para se aproveitar desse alcance, enquanto nesta outra, a ideia é criar uma espécie de clube exclusivo de jantar de luxo a partir de NFTs criados pelo próprio negócio.

SINAIS DE MUDANÇA
Afinal, que mudanças de comportamento os NFTs podem nos indicar? Não é possível afirmar se essa tecnologia continuará fazendo parte das estratégias de negócios no futuro, mas podemos extrair alguns pontos importantes sobre a forma como vem sendo utilizada, ainda que, por muitas vezes, em um campo experimental. Esse movimento de mercado é uma pista para novas relações entre criadores, consumidores e marcas. Demonstram o poder que as comunidades possuem no ambiente digital, reforçam a importância de experiências exclusivas para criar engajamento com o público e ampliam as possibilidades de posse e pertencimento por parte dos seus detentores.

*Isabela Petrosillo e Iuri Campos são especialistas do Lab de Tendências da Casa Firjan.

Tópicos:
  • Artigo
  • Lab de Tendências
  • NFT
  • Oportunidades de negócio
Em destaque
Artigos, Estudos e Pesquisas 76º Dossiê: NFT nas empresas

Transparência nas transações e redução de custos de logística estão entre os principais benefícios do uso de NFTs nos negócios

em 30/05/2022

Artigos, Estudos e Pesquisas 75º Dossiê: Fundamentos da Experiência do Usuário

Estratégias de UX podem ser desenhadas para gerar experiências memoráveis, o que auxilia na consolidação da relação com os consumidores

em 23/05/2022

Artigos, Estudos e Pesquisas 74º Dossiê: Mercado de carbono e meta net zero

A incorporação da pauta ambiental na cultura organizacional é um diferencial para que as ações climáticas sejam efetivadas

em 16/05/2022