Economia da longevidade

Para Mórris Litvak, CEO da Maturi, empresas precisam dialogar sobre preconceito etário

em 22/07/2020

Se preferir, ouça a entrevista onde quiser:

Segundo o IBGE, um quarto da população brasileira tem 50 anos ou mais, isso representa mais de 50 milhões de pessoas. Diante desse cenário, aponta o CEO da Maturi, Mórris Litvak, é importante pensar que mais do que abrir vagas para pessoas nessa faixa etária, é necessário também estabelecer um diálogo com as empresas sobre preconceito etário, diferenças entre as gerações e a importância da integração entre pessoas mais novas e mais velhas. 

Assista também ao Aquário Casa Firjan Economia da Longevidade: Como preparar o mercado para uma população cada vez mais madura

Inscreva-se no canal da Firjan no Youtube

Tópicos:
  • Economia da longevidade
  • Nova Economia
  • Futuro do trabalho
  • Mercado de trabalho
Em destaque
Pílulas de Conteúdo Inovação e Saúde: base para o desenvolvimento social

Pesquisador da Fiocruz, Carlos Gadelha ressalta a importância da Saúde para a inovação

em 05/08/2020

Pílulas de Conteúdo Impacto social e a transição para uma economia verde

Incentivo à geração de impactos positivos passa por repensar negócios e empresas

em 29/07/2020

Pílulas de Conteúdo Cibersegurança: como proteger nossos dados?

Diretor de cibersegurança da Microsoft, Nycholas Szucko reforça a importância de sistemas de proteção de dados para empresas

em 15/07/2020