10 principais tendências apontadas pelo mapeamento de iniciativas de combate à Covid-19

Inovação aberta, adaptabilidade, reconversão industrial e criatividade são caminhos para vencer a crise

em 21/09/2020

10 principais tendências apontadas pelo mapeamento de iniciativas de combate à Covid-19

Nos últimos meses, a Gerência de Ambientes de Inovação da Casa Firjan mapeou iniciativas, soluções e projetos dos atores do ecossistema de inovação no combate à Covid-19. Uma série de artigos abordaram a atuação das instituições de fomento; bancos e investidores; universidades; governo; aceleradoras e incubadoras; novos negócios; startups; e terceiro setor no combate ao novo coronavírus.
 
Com base no mapeamento, é possível identificar algumas tendências do ecossistema de inovação neste momento delicado para a economia mundial. Confira abaixo:
 
1.    Colaboração intersetorial entre os atores do ecossistema, em âmbito nacional
 
Diante da Covid-19, o mundo, que caminhava para um unilateralismo, comprovou que sem senso de coletividade todos correm risco durante a pandemia. A colaboração tem sido elemento-chave para o fomento à inovação. Diversas empresas e agentes do ecossistema vêm unindo forças em ações excepcionais. Um exemplo disto é o consórcio de notícias dos veículos G1, O Globo, Extra, Estadão, Folha e UOL que decidiram de forma inédita trabalhar em parceria na busca e consolidação dos números de vítimas da Covid-19 nos 26 estados do país e Distrito Federal. Saiba mais

Outro exemplo de colaboração, de diferentes setores, é o das empresas Magnamed, Positivo, Suzano, Klabin, Embraer, Fiat, White Martins e Flex, que uniram forças para a entregar ao Ministério da Saúde 6,5 mil respiradores pulmonares até o último mês de agosto. Saiba mais

Essas experiências nos mostram que uma mudança é possível, trazendo novidades nos comportamentos da sociedade para colaborar com soluções coletivas de problemas comuns.


2.    Reconversão industrial 
 
Tem sido comum o uso da expressão “economia de guerra”. Tal comparação vem dos esforços sociais para cumprimento das medidas de combate ao novo coronavírus, o que acaba por definir o que é essencial na produção industrial pelas mudanças rápidas que orientam alterações de conjuntura, trazendo oportunidades de produção com alta demanda. A reconversão industrial já era um assunto de importância pela necessidade das empresas inovarem para se manterem competitivas e em consonância com o mercado atual. Esse processo foi acelerado com a pandemia.
 
O Programa Resiliência Produtiva da Firjan é um exemplo de um conjunto de ações para a indústria enfrentar a crise. A iniciativa acontece em parceria com sindicatos e empresas como CBMA, Naturgy, SINDIBEB/RJ e SIMPERJ.

As articulações da indústria fluminense com diversos parceiros vêm conectando empresas e seus Fab Labs à academia, institutos e redes de inovação. A Firjan tem voltando seus esforços para encontrar alternativas de produção de itens críticos, como EPIs, testes, álcool gel, entre outros, com o intuito de apoiar a rede de saúde. Os Fab Labs da Firjan SENAI firmaram parcerias importantes com a indústria de diversos setores, em várias cidades fluminenses, para produção de equipamentos de proteção individual. Além disso, a comunidade maker de todo o estado se mobilizou para produzir itens de proteção para equipes de saúde através de suas impressoras 3D. Saiba mais

 
3.    Projetos de soluções tecnológicas para a área da saúde 
 
A área de saúde ganhou um marco inédito através da regulamentação de atendimentos por telemedicina. A Portaria N° 467 publicada em 20 de março deste ano no Diário Oficial da União pelo Ministério da Saúde será válida enquanto durar a pandemia. A partir disso, foram desenvolvidas diversas soluções para telemedicina tanto para consultas de diversas especialidades médicas, como monitoramento de sintomas sugestivos de infecções pelo novo coronavírus. A saúde mental ganhou bastante destaque pela necessidade de amenizar os efeitos causados pelo confinamento.
 
Startups e universidades vêm inovando com projetos voltados para esta área. Dentre eles, o Portal Telemedicina, que utiliza inteligência artificial para identificar a Covid-19 em exames de imagem pulmonares. Também é destaque a iniciativa de Telemonitoramento de Sintomas, da prefeitura de Niterói-RJ, que acompanha de forma remota pessoas com sintomas sugestivos de infecção pelo novo coronavírus. Dependendo do resultado, o cidadão pode se cadastrar para receber mensagens e ligações de profissionais de enfermagem.

As soluções de consultas ganham destaque ao pegarem carona devido à regulamentação do teleatendimento. A Psicologia Viva, em parceria com o BrazilLAB,  vem oferecendo o serviço de atendimento psicológico on-line. A plataforma conta com uma base de milhares de profissionais em todo o Brasil, por meio de consultas on-line, para amenizar os impactos da quarentena. Saiba mais

 
4.    Startups: soluções, serviços e descontaminação

Devido às práticas disruptivas e modelos de negócio, as startups já tendem a se adaptar com mais facilidade a ambientes voláteis em momentos de crise. Neste momento, elas desenvolveram diversas soluções em áreas distintas como serviços, educação, lazer e saúde, a fim de frear o contágio da Covid-19 e mitigar suas consequências.

Como todo cuidado é bem-vindo, existe a recomendação de higienizar as embalagens de alimentos assim que elas chegam do supermercado. O Compras Sem Corona tem a missão de instalar descontaminadores de compras em 70% dos supermercados do Brasil. A solução funciona através do uso de radiação ultravioleta (UVC) e foi criada por meio de uma campanha na plataforma de financiamento coletivo Kickante. Saiba mais

A startup Noknox criou o aplicativo Vizinho do Bem para apoiar pessoas que estão em grupos de risco da Covid-19. Assim, voluntários realizam um cadastro e oferecem ajuda aos seus vizinhos em tarefas simples como fazer compras no supermercado. Saiba mais
 

5.    Universidades: EPIs e pesquisas sobre saúde

As universidades voltaram seus esforços para pesquisas ligadas à área de saúde. EPIs, testes rápidos, produção de álcool em gel e desenvolvimento de respiradores são algumas frentes de atuação em destaque nas instituições de ensino superior. 

A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) lançou o Mitômetro, projeto que visa esclarecer a veracidade de informações sobre a Covid-19. Além disso, existem mais de 50 projetos de pesquisa em andamento sobre o novo coronavírus. Saiba mais

O Instituto de Física de São Carlos da USP criou rodos para descontaminação de ambientes com o objetivo de esterilizar grandes áreas. A inovação emite uma luz ultravioleta e, de acordo com a instituição, para que seja efetiva, o responsável pela limpeza deve aplicar o rodo durante um minuto em cada metro quadrado da área a ser esterilizada. Desta forma, a radiação UV-C emanada destrói a capa proteica e o material genético do vírus. Essa inovação já foi doada a hospitais. Saiba mais

 
6.    Soluções que facilitam a comunicação entre os diferentes órgãos, instituições e a sociedade
 
O distanciamento social criou desafios não apenas para a sociedade, mas também para os governos, que precisaram reagir aos impactos econômicos e às exigências derivadas da nova configuração que demanda do poder público. Através de ações orientadas para auxiliar a sociedade e as empresas na atual conjuntura de incerteza, os governos também têm implementado ações inovadoras.
 
A discussão e aprovação de um auxílio emergencial em escala nacional já é, em si, um grande desafio, principalmente em tão pouco tempo. Em um contexto de distanciamento social, a implementação dessa política pública também precisou respeitar essas novas orientações. O aplicativo Caixa Tem surgiu como solução para esse problema, possibilitando o cadastro e o recebimento do benefício remotamente permitindo, também, o pagamento de contas diretamente pela plataforma.  

Além de facilitar a comunicação entre o governo, instituições financeiras e a população, a Caixa Econômica Federal estima que 40 milhões de contas digitais foram criadas, sendo que aproximadamente 20 milhões desses usuários não foram identificados com contas em outros bancos, tornando o projeto o maior programa de bancarização já feito no país.

O governo federal colocou no ar a plataforma Todos por Todos para que empresas, entidades e associações possam oferecer emergencialmente serviços e produtos gratuitos durante a pandemia. Alguns exemplos dos serviços são internet mais acessível, ferramentas de trabalho remoto e cursos de capacitação a distância. Saiba mais 
 
As compras do governo federal destinadas ao enfrentamento da pandemia precisaram ser simplificadas. Para isso, novos procedimentos foram adotados para agilizar esse processo. Desde 21 de março, foram dispensadas as licitações para aquisição de bens, serviços - inclusive de engenharia – e insumos de saúde destinados ao combate à pandemia. Saiba mais
 

7.    Soluções direcionadas à população vulnerável e oriunda de grupos em situação de risco
 
Áreas e populações que já sofrem de vulnerabilidade e desigualdade social têm suas necessidades evidenciadas em momentos como a crise que estamos vivendo. Diante desta urgência, diversas campanhas vêm sendo lançadas por meio de entidades filantrópicas, coletivos, organizações, ONGs e OSCIPs, que vêm unindo forças para apoiar estas populações com itens básicos como doações de alimentos e produtos de higiene.
 
Instituições que já desenvolviam algum trabalho de apoio estão direcionando suas ações a estes grupos. Alguns exemplos foram as ações do Viva Rio e a Firjan SESI, que firmaram uma parceria por meio do SESI Cidadania para apoiar o SOS Favela na doação de cestas básicas para comunidades; o Fundo Baobá que criou o Fundo para Equidade Racial para ajudar as populações negras em situação de vulnerabilidade; o Fundo solidário COVID-19 para Mães das Favelas e o Ajudar São Paulo contra o Corona Vírus (Covid-19), da Arcah, que arrecadou recursos para doações a população em situação de rua. Saiba mais


8.    Desenvolvimento de soluções criativas

Ferramenta preciosa para qualquer momento de crise, a criatividade sempre foi uma característica-chave que diferencia profissionais e empreendedores de sucesso. Não à toa, durante a pandemia muitas empresas vêm pegando carona e desenvolvendo novos negócios e produtos focados nas necessidades atuais. Alguns bons exemplos são pulseiras inteligentes para evitar que as pessoas levem as mãos ao rosto, roupas anti-Covid e lâmpada germicida.
 

9.    Adaptabilidade

Adaptabilidade é a palavra de ordem no meio business. O conceito, que descreve as habilidades necessárias para ter sucesso atualmente, é muito influenciado pela lógica digital de fragmentação e de mudanças em alta velocidade, fator importante para sobreviver às reviravoltas deste cenário crítico.

Estudos apontam que a pandemia pode impactar de modo irreversível não só a comunicação e as relações humanas, como também a maneira de trabalhar. Por esta razão, o conceito de adaptabilidade vem sendo cada vez mais valorizado e colocado em evidência.

A adaptabilidade é visível através da simplificação de compras públicas destinadas ao enfrentamento nacional da pandemia, da migração de atividades acadêmicas para o modelo remoto e da aderência das empresas ao home office.
 

10.    Inovação aberta

Pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) aponta que as soluções inovadoras serão decisivas para o Brasil superar os efeitos negativos da pandemia na economia, no setor de saúde e no desemprego. Segundo o levantamento, a inovação será decisiva para a retomada plena e completa das atividades na intenção de obter crescimento econômico. Das 400 empresas entrevistadas, 83% afirmam que precisarão de inovação tanto para crescer como para sobreviver no “novo normal” do pós-pandemia. Confira a pesquisa completa


Relembre os mapeamentos do ecossistema de inovação:

10 startups brasileiras que estão fazendo a diferença no combate ao coronavírus

Entenda o que instituições financeiras e de fomento estão fazendo para ajudar o combate à Covid-19

10 iniciativas inovadoras de universidades brasileiras contra a Covid-19

Governos X Covid-19: 10 ações inovadoras do poder público

Conheça 8 iniciativas de incubadoras e aceleradoras no combate à Covid-19

10 iniciativas de colaboração entre empresas no combate à Covid-19

Conheça 10 ações do terceiro setor no combate à pandemia

Criatividade X coronavírus

 

 

Tópicos:
  • Adaptabilidade
  • Ecossistema de Inovação
  • Inovação
  • Parcerias estratégicas
  • Criatividade
Em destaque
Ambientes de Inovação Editais da FUNARJ para a Indústria Criativa

Tire suas dúvidas sobre o Lab Curta FUNARJ, que vai financiar 12 curtas-metragens inéditos

em 02/10/2020

Ambientes de Inovação Novas estratégias de ambientes online para fomento à inovação no contexto da Covid-19

Empresas precisam compartilhar conhecimento e desenvolver novas formas de aprendizado coletivo

em 27/08/2020

Ambientes de Inovação Hacking.Rio Talks recebe líderes globais para propor soluções inovadoras contra a Covid-19

Evento realizado em parceria com o FITI, Rio Summit e Expo Tech reúne debatedores influentes no cenário de tecnologia, empreendedorismo e Nova Economia

em 18/08/2020